Nova Visão de Segurança No Trabalho: Um Olhar Brasileiro

Nessa semana recebi minha cópia do livro “Nova Visão de Segurança No Trabalho: Um Olhar Brasileiro”, organizado pelo Paulo Gomes, Gilval Menezes e Hugo Ribeiro. Estava aguardando com alguma ansiedade o momento de ver as ideias contidas no livro, dado que tenho lido e acompanhado os grandes influenciadores da Nova Visão de Segurança no mundo: Sidney Dekker, Erik Hollnagel, Todd Conklin, David Provan, David Woods, Steven Shorrock, Ron Gantt, Rob Long e toda essa turma.

Creio que os organizadores e coautores presentes no livro brasileiro, a grande maioria com longas carreiras em saúde e segurança assim como eu, em algum momento se depararam com algum limite da gestão tradicional da Segurança, da mesma forma que eu me deparei. Um momento “O Rei está nu”, por assim dizer. Digo isso porque a Gestão de Segurança, propósito de vida que me escolheu, é uma disciplina aparentemente “fácil”, pois cheia de dogmas, falácias, verdades absolutas e tabus, além de contar com requisitos legais e normativos bastante restritivos que direcionam (e em alguns casos, restringem) o trabalho a ser feito. Tudo isso é feito com boas intenções, mas que ao final, não ajuda a deixar as operações mais seguras e saudáveis. Ao contrário, acaba por engessar e burocratizar as atividades, abrindo espaço para adaptações que se fazem necessárias para que os trabalhadores consigam fazer suas atividades APESAR da Segurança, e não COM Segurança.

Junto com o livro da Nova Visão, comprei também o livro da Juliana Bley, Comportamento Seguro, pois havia muito tempo ouvia falar dele.

Gostei bastante dos dois livros! O primeiro por apresentar conceitos da Nova Visão adaptados à realidade brasileira, pontos de vista de profissionais de destaque (Juliana Bley, Pedro Ferreira, Raoni Rocha e Rafael Santos) e, em minha opinião, a melhor parte do livro, que são entrevistas (ou bem parecido) com alguns profissionais. Eles têm a possibilidade de responder a questões relacionadas à:

  • Definição de Novas Visões de Segurança;
  • Fatores mais importantes que profissionais de segurança precisam saber sobre o assunto;
  • Recomendações sobre implementação;
  • Como “vender” a implementação à alta liderança;
  • Opinião sobre possibilidade de implantação da Nova Visão em indústrias que atingiram seu platô de segurança;
  • Indicadores de Desempenho a serem usados;
  • Recomendações de fontes de informação sobre o assunto.

Quanto ao livro da Juliana Bley, é um testemunho vigoroso de que Segurança é algo muito maior do que engenharia como eu havia aprendido no século passado, ainda como engenheiro mecânico;. Boa gestão de Segurança requer compreensão e ação multidisciplinar e engajamento de lideranças e trabalhadores para funcionar.

Ambos valem leitura!

Compartilhe seu amor
Leonidas Brasileiro
Leonidas Brasileiro
Artigos: 81