Transição de OHSAS 18001 para ISO 45001

de OHSAS 18001 para ISO 45001

Uma boa Norma

A norma OHSAS 18001 tem gerado impacto positivo na gestão de segurança das organizações desde o início de sua aplicação, ainda em 1999, como uma evolução da BS 8800. A revisão publicada em 2007 aproximou ainda mais esta norma dos conceitos e estruturas presentes nas normas da série ISO 9001 (Gestão da Qualidade) e ISO 14001 (Gestão de Meio Ambiente).

Agora, com o lançamento da Norma ISO 45001, completa-se um ciclo de harmonização entre estas três séries de normas e também de evolução com a adoção do conceito de Saúde e Segurança Ocupacional sob a chancela da ISO e não mais como uma organização independente como era o caso da OHSAS.

Principais Mudanças

A principal mudança, em nossa opinião, é a incorporação no escopo ISO, o que traz mais possibilidades de validação das práticas de gestão perante uma organização internacional mais representativo que o consórcio que administrava a norma OHSAS.

Existem algumas mudanças conceituais, apresentadas a seguir:

  • Adoção do Anexo SL: este anexo é um padrão comum a todas as modernas normas de gestão, que facilita a integração de sistemas de gestão, pois detalha os capítulos obrigatórios a serem seguidos:
    • Escopo
    • Referências Normativas
    • Termos e definições (comuns)
    • Contexto da Organização
    • Liderança
    • Planejamento
    • Apoio/ Suporte
    • Operação
    • Avaliação de Desempenho
    • Melhoria
  • Detalhamento do Contexto da Organização: Exige uma avaliação detalhada dos fatores internos e externos que influenciam a empresa em questão. Todos estes fatores devem ser levados em consideração ao serem deterninadas as medidas de controle.
  • Maior foco em Liderança: O foco na liderança exige agora maior participação de gestores e trabalhadores, não somente da Alta Liderança Formal da empresa
  • Conceito de Informação Documentada: Detalha maneiras de lidar com informação digitalizada

Passos para a Transição da OHSAS 18001 para ISO 45001

A transição da OHSAS 18001 para ISO 45001 representa uma excelente oportunidade para as empresas simplificarem e refinarem seus sistemas de gestão. Sugerimos que esta transição seja feita com calma e por pessoas experientes, que consigam identificar as armadilhas auto-impostas pela OHSAS 18001 e evitar as novas proposta pelo ISO 45001.

Um bom roteiro para se fazer a transição é:

1 – Entender o Contexto Interno e Externo da Organização
– O que e Quem influnecia a organização
– Definir o Escopo
– Planejar o Sistema de Gestão (Estrutura, Recursos, Documentação, …)
2 – Aproximar Líderes e Gestores
– Definir a Política
– Designar Papéis, Responsabilidades, Autoridades e Accountability
3 – Planejar
– Identificar Riscos e Medidas de Controle
– Determinar Requisitos Legais e Outros Requisitos aos quais a Organização está sujeita
– Definir Metas, Objetivos e Programas Eficazes para atingi-los
4 – Definir Necessidades de Suporte
– Com base nas Medidas de Controle
5 – Operação
– Executar os planos e programas definidos conforme Identificação de Riscos e Metas
– Gerenciar Mudanças, Fornecedores e Prestadores de Serviços
– Estabelecer Medidas de Preparação e Resposta a Emergências e Simulá-las
6 – Auditar o Sistema de Gestão
7 – Promover a Melhoria Contínua

Fontes:

Artigos de Suzana R. Ajeti:
https://www.linkedin.com/pulse/iso-45001-transition-white-paper-suzana-r-ajeti?trk=mp-reader-card
https://pecb.com/pdf/articles/81-replacing-ohsas-18001-what-will-iso-45001-bring.pdf

Webinar de Debra Hay Hampton:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *